Logo Assobrav

Ano fecha com recorde de vendas

Data 26/12/2007

Anelisa Lopes
Do Diário do Grande ABC

“Nunca antes neste País...”. A frase, que ficou registrada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva sempre ao se referir ao desenvolvimento do Brasil, nunca soou tão verdadeira como quando se fala da produção da indústria automobilística nacional em 2007.
O mercado registrou a marca recorde de 2.747.000 unidades produzidas de janeiro a novembro deste ano e a previsão da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) é de fechar o ano com 2.975.000 unidades produzidas e 2.450.000 carros vendidos no mercado interno.
Segundo o presidente da entidade, Jackson Schneider, o crescimento das vendas tem como pano de fundo a estabilidade da economia, que traz confiança ao consumidor, além da expansão do crédito. “Para 2008, as perspectivas são positivas e o crescimento deve continuar com aumento da produção da ordem de 9%.
A maior prova deste boom sobre rodas é a quantidade de lançamentos. Foram mais de 30 novidades ao longo de 12 meses, o equivalente a quase três modelos novos por mês.
Muitos deles, com menos de um ano de mercado, já fizeram barulho no segmento do qual fazem parte e prometem continuar uma disputa acirrada por vendas em 2008.
Em fevereiro, a Fiat apresentou a quarta geração do Palio com uma aparência que despertou opiniões contraditórias. O mais correto seria dizer que o compacto não parece ser muito fotogênico, mas, graças a ele, a Fiat continua líder de vendas.
Os esportivos nacionais mais potentes do mercado foram mostrados em março. Da Honda veio o Civic Si, com 192 cv de potência. No mesmo mês, porém, a VW tirou o título da marca de origem japonesa com o Golf GTi, com apenas um cavalo a mais de diferença.
Em março, a Nissan sacudiu as vendas do seu “sedã tiozão” Sentra, com o rejuvenescimento do modelo. Os números passaram de 12, em fevereiro, para o pico de 747 unidades, registradas em novembro.
A Volvo deu um grande salto com a criação e rápida importação de um compacto de entrada. O conceito inovador do C30 fez a marca crescer mais de 100% no Brasil.
A Toyota só aderiu à moda flex em maio deste ano, com o lançamento de Corolla e Fielder com motor bicombustível. O sedã passou a beber álcool, mas continua longe de bater o campeão Honda Civic.
No dia dos namorados, a Renault revelou seu novo sedã compacto, Logan. Por um preço mais alto do que poderia se esperar para um popular (anunciado por cinco mil euros), o Logan conquista o consumidor pelo grande espaço na cabine e no porta-malas.

Segundo semestre - Outra boa aposta da Nissan veio em julho. O tímido compacto Tiida passou a ser um concorrente à altura de Peugeot 307 e Volkswagen Golf. Da Citroën, o C4 Pallas foi anunciado para incomodar Honda Civic e Ford Fusion. Uma pedra no sapato de tamanho considerável.
Com apenas quatro meses de vida, o Fiat Punto já conquistou diversos prêmios do setor automotivo. Só em novembro, cravou 3.414 unidades comercializadas, ficando bem à frente do até então líder de mercado no segmento dos hatches médios, o Chevrolet Astra, que teve 1.892 carros vendidos. No acumulado de agosto até a primeira quinzena de dezembro foram 12.112 unidades. Ponto para a Fiat, que incorporou a tecnologia Blue&Me, sistema de interface entre motorista e veículo por meio de comando de voz.
Para a GM, o Vectra GT é um premium com cacife para brigar com Peugeot 307, Volkswagen Golf e Nissan Tiida. Esta mistura de Astra e Vectra tem dado bons resultados à montadora desde setembro, mês em que foi lançado.
A fórmula da Ford que garantiu uma alavancada nas vendas da marca desde 2004, o EcoSport, chegou à segunda geração em outubro. A montadora manteve os preços para continuar com os números em alta.
Anunciado no Salão de Frankfurt, em setembro, como a grande novidade da Renault para mercados emergentes, o Sandero é um hatch que usa a mesma plataforma do Logan, mas com aparência mais jovial. Segundo a marca, foi pensado e desenvolvido a partir das necessidades do cliente brasileiro.
Para fechar o ano, a Ford apresentou o novo Ka. Maior em comprimento e com mais espaço para ocupantes e no porta-malas, começa a ser vendido em fevereiro já como versão 2009 e vai brigar com Celta, Palio Fire e Gol.


Fonte: Diário do Grande ABC


Veja também as últimas notícias

Compartilhe

Assobrav - Associação Brasileira de Distribuidores Volkswagen - Copyright © 2012 - Todos os direitos reservados
Av. José Maria Whitaker n° 603 - Mirandópolis - São Paulo - SP - CEP: 04057.900 - Fone: (11) - 5078.5400